Grandes contribuintes: malfeitores ou benfeitores?


“Em vez de perseguir os contribuintes, temos de os encorajar a investir, e a investir em Portugal”.

Jornal Público, 2 de Abril de 2019

Artigo de opinião de Peter Villax, Presidente da Associação das Empresas Familiares.

“Fisco aperta a malha.” É assim que a edição de 28.03.2019 do PÚBLICO anuncia que a Autoridade Tributária identificou 868 contribuintes com mais de 750 mil euros de rendimento ou mais de cinco milhões de património, que se vêm juntar aos 758 cidadãos que já constavam da lista dos grandes contribuintes da AT. A leitura imediata é que estamos perante uma quadrilha de Bin Ladens que finalmente vai ser apanhada e punida, o que certamente contrasta com a informação de que a maior parte do novo contingente é constituída por cônjuges de pessoas que já estavam na lista. Ser casado passou a colocar as pessoas sob vigilância, para não dizer que passou mesmo a ser delito!

Leia o artigo completo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Proposta Associado Assistente

Proposta de Adesão

Em que geração se encontra a Empresa?

Se respondeu "Outra", indique qual?

Qual é a % de capital social que a Família detém no controlo da Empresa?

Existe um plano de Sucessão e/ou foram tomadas ações para a transmissão da Gestão da Empresa?

Quantos membros da Família trabalham quotidianamente na Empresa? (considerar familiares directos e indirectos)

ADESÃO À ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS FAMILIARES (coloque uma cruz onde aplicável)

FATURAÇÃO ANUAL

Proposta de Adesão

Obrigado! Recebemos a sua inscrição!

Entraremos em contacto brevemente.