1. Destaques

    1. Inscrições Abertas - Jovens dos 16 aos 26 anos
      16-08-2017
          Programa Intercâmbio de Estágios EFs 2017 INSCRIÇÕES ABERTAS - 2017... [+]
    2. 23 a 25 de Agosto, Miami
      23-08-2017
        FAMILY GOVERNANCE LATAM PROGRAM   Succession and wealth transfer issues,... [+]
    3. 11th-13th - September 2017 Boston Massachusetts, USA
      11-09-2017
            Preparing Owners of a Family Business September 11-13, 2017... [+]
    4. 18-10-2017
          CORPORATE GOVERNANCE LATAM will help current and aspiring Board... [+]
    5. Programa para EFs - Católica Lisbon
      23-10-2017
            Lisboa - Programa para  Empresas Familiares - 23 a 26... [+]
    • Título
    • Imagem
    • Título Consultório
      Logocostaduarte_rgb300_a
  2. Como podemos ajudá-lo?

    A Associação existe para ajudar as EFs a melhorar a sua gestão e alargar o seu universo de conhecimento.

    Temos a informação e o serviço que precisa.

    Coloque-nos as suas questões ou solicite uma reunião. E-mail

  3. Familyshare

     

  1. Os Associados Assistentes da Associação das Empresas Familiares oferecem, aos Associados das EFs e visitantes do Website, informação actual e relevante, a qual é publicada na página inicial do website e divulgada através de e-mails e das redes sociais da Associação. 

     

     

  2. Alertas

    Vendas da Corticeira Amorim aumentam
    6,2% no 1.º semest., atingindo os 355M€
    03-08-2017

     

    Vendas da Corticeira Amorim

    aumentam 6,2% no primeiro semestre, atingindo os 355M€

    Destaques:

    ·   EBITDA supera os 70 M€, um crescimento de 7,2%

    ·   Lucros no semestre aumentam 7,4% e atingem os 37,7 M€

     

    A Corticeira Amorim encerrou a atividade do primeiro semestre do ano com um resultado líquido de 37,7 milhões de euros, um crescimento de 7,4% face ao semestre homólogo de 2016 (35,1M€).

    A evolução positiva de resultados deve-se, essencialmente, ao crescimento das vendas, que atingiram 354,8 M€, um aumento de 6,2% face aos primeiros seis meses de 2016 (334,0 M€). A redução verificada no ritmo de vendas (9,6% no primeiro trimestre versus 3,3% no segundo) já tinha sido antecipada, resultante essencialmente do diferencial de número de dias de trabalho nestes períodos.

    O contributo para o crescimento das vendas consolidadas resultou, acima de tudo, da evolução desta rubrica na Unidade de Negócio (UN) Rolhas (+8,6%), sobretudo obtido pelo efeito volume, a que se junta um impacto cambial favorável de aproximadamente 3,8 M€.

    O EBITDA apresentou uma variação positiva, tendo-se fixado nos 70,6 M€, um aumento de 7,2% relativamente ao primeiro semestre de 2016. Este desempenho resultou numa nova melhoria do rácio de EBITDA sobre as vendas, que passou de 19,7% para os 19,9%.

    A função financeira continuou a beneficiar de reduzidos níveis de endividamento e de taxas de juro mais baixas. No final do semestre em análise, a dívida remunerada líquida ascendia a 11 M€, o que compara com os 36 M€ registados no final do exercício de 2016.

    O rácio de autonomia financeira elevou-se aos 57%.

     

    Desempenho por Unidades de Negócios

     

    Com um aumento de 3,8%, a UN Matérias-Primas acompanhou o aumento da atividade da Corticeira Amorim, em consonância com a evolução positiva registada na UN Rolhas, o seu principal cliente.

    O EBITDA atingiu os 10,5 M€, um valor equivalente ao registado no mesmo período do ano anterior (10,6 M€). Apesar do impacto desfavorável do aumento de preço da cortiça da campanha de 2015, trabalhada no período em análise, este foi atenuado pelo controlo dos custos operacionais e o próprio aumento da atividade.

    A execução da campanha de cortiça de 2017 decorreu conforme planeado, tendo-se cumprido os objetivos em termos da quantidade adquirida, com um acréscimo do preço médio de compra.

    As vendas da UN Rolhas atingiram os 239,5 M€, registando um aumento superior a 8% nos três grandes segmentos onde a UN opera: vinhos tranquilos, espumosos e espirituosos. Esta evolução é determinada, principalmente, pelo crescimento do volume de vendas, reforçado pelo efeito mix positivo obtido nas rolhas naturais.

    As vendas acumuladas de rolhas NDtech® ascenderam a 14 milhões de unidades, uma evolução positiva face primeiro trimestre de 2017 (4 milhões).

    O aumento da atividade, conjugado com o efeito mix de vendas, resultou num crescimento de cerca de 25% do EBITDA desta UN (49,9 M€).

    A UN Revestimentos apresentou um crescimento de vendas de 1,9%, atingindo os 62,3 M€. Para este desempenho foi determinante o crescimento de vendas dos produtos fabricados, com especial destaque para as novas coleções Hydrocork® e Authentica®.

    Não obstante esta evolução positiva, o EBITDA da UN decresceu para 4,3 M€, o que se relaciona com o alargamento das equipas comerciais em mercados-chave. Espera-se que este desenvolvimento suporte o investimento em curso que visa reforçar a capacidade de produção da UN.

    A UN Aglomerados Compósitos registou vendas de 51,9 M€, uma alteração pouco significativa face ao semestre homólogo (52,1 M€). Os segmentos “Resilient & Engineered Manufacturers” e “Construction”, bem como o fornecimento do inlay para o Hydrocork® sustentam parte desta evolução positiva. Nos segmentos de “Furnishing” e “Sport Surfaces”, que registaram uma quebra das vendas face a igual semestre de 2016, estão já em curso diversas ações para corrigir esta situação.

    As vendas da UN Isolamentos atingiram os 5,6 M€, um decréscimo de 13,2% relativamente ao mesmo período do ano anterior, apesar de as vendas para clientes finais terem decrescido apenas 1%.

    O EBITDA apresentou uma variação desfavorável de 29,3%, atingindo os 1,1 M€. Para esta variação, contribuiu o aumento do preço médio de consumo das matérias-primas.

    Pagamento de dividendos

    Em 7 de abril, a Assembleia Geral de Acionistas deliberou um dividendo bruto de 0,18 € por ação, cujo pagamento foi efetuado em 26 de abril, um desembolso que totalizou 23,9 M€.

    Factos subsequentes

    Em 19 de julho de 2017, a Corticeira Amorim, através da sua participada Amorim & Irmãos, SGPS, S.A celebrou um acordo de aquisição da S.A.S. Ets Christian Bourrassé (França). A sociedade detém integralmente o capital da sociedade Socori – Sociedade de Cortiças de Riomeão, S.A. (Portugal) e da sociedade Corpack Bourrassé S.A. (Chile) Nos termos do referido acordo, a Amorim & Irmãos, SGPS, S.A. adquire, num primeiro momento, 60% do capital social, pelo montante de 29 M€. Os restantes 40% serão adquiridos até 2022, por um preço que, tomando por referência o valor já pago pelos primeiros 60%, dependerá ainda da evolução da performance da Bourrassé nos próximos anos.

     

     

    Indicadores

     

     

     

    Contactos

    Mais Informações por favor contacte:
    Secretária Geral: Dra. Marina de Sá Borges
    Tel: +351 21 346 60 88

     

Powered by: Bilaweb